quinta-feira, 21 de abril de 2016

froydiana



froydi ana

silvinha
azul são os teus olhos
a cor dos pelos não conheço
teus seios ainda não toquei

Dracena 
é uma terra roxa
nave extra terrena
que humanos não decifraram
pequena vagina virgem
onde os dedos ainda não entraram
e os cachos de uvas
apodrecem nos teus dentes
com um cheiro de leite ardente
esguichando na distância

Artur Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário