quinta-feira, 21 de abril de 2016

lunática




Lunática 

um gato noturno
atira pedras nas estrelas
palavras e mais palavras
na carne da princesa
onde o pincel não bate
onde o papel não toca
o gato noturno
lambe a barriga bem perto da virilha
e trepa no muro mais próximo
tentando alcançar
o outro lado da lua
em seu instante letal
de desespero e solidão


Artur Gomes 
do livro Couro Cru & Carne Viva - 1987

Nenhum comentário:

Postar um comentário