quarta-feira, 20 de abril de 2016

ReVirando a Tropicália



ReVirando a Tropicália

bem no centro do 
te mado um bejo - ó amada
enquanto arranco uma espada
do meu peito varonil
espanto todas estrelas
dos berços do eternamente
pra que acorde toda esta gente
deste vasto céu de anil
pois enquanto dorme o gigante
explêndido sono profundo
não vê qyue do outro mundo
robôs te enrabam ó Mãe Gentil!

Artur Gomes 
www.fulinaimiacas2.blogspot.com
do livro Suor & Cio - 1984

Nenhum comentário:

Postar um comentário