segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Oxum


Oxum

a minha mãe é uma leoa
ai de quem ameaçar um filho dela
ela vira um bicho uma fera
para defender a sua cria
a minha Oxum é de Xangô
e seu amor é nossa guia


Jura Secreta 55


Xangô é parte da pedra
Exu fagulha de ferro
Ogum espada de aço
faz do meu colo teus braços

Oxossi é carne da mata
Yansã é fogo vento tempestade
Iemanjá água do mar
Oxum é água doce

Oxalá em ti me trouxe
te canto com0 se fosse
um novo deus em liberdade



Jura Secreta 54

moro no teu mato dentro
não gosto de estar por fora
tudo o que me pintar eu invento
como um beijo no teu corpo agora

desejo-te pelo menos enquanto resta
partícula mínima micro solar floresta
sendo animal da Mata Atlântica
quântico amor ou meta física
tudo que em mim não há respostas

metáfora dAlquimim fugaz Brazílica
beijo-te a carne que te cobre os ossos
pele por pele sobre as tuas costas

os bichos amam em comunhão na mata
como se fosse aquela hora exata

em que despes de mim o ser humano
e do corpo rasgamos todo pano
e como um deus  pagão pensamos sexo

Artur Gomes
foto.poesia
FULINAÍMA MultiProjetos
portalfulinaima@gmail.com
www.fulinaimicas.blogspot.com
(22)99815-1266 - Whatsaap




Nenhum comentário:

Postar um comentário